sábado, 8 de julho de 2017

015. Cozinhando com o Coração

Sopa de batata baroa (mandioquinha) com tomate e manjericão, Espaguete de abobrinha, Pastelzinho assado de tofu, Patê de grão de bico com pimentão vermelho grelhado e Bolo de frutas secas com cenoura e especiarias-- estes são os itens das receitas da semana da coluna Cozinhando com o Coração.
Vegetarianismo hoje é quase moda.
As opções são muitas, mas nem sempre foi assim.
RECEITAS DA SEMANA: Sopa de batata baroa (mandioquinha) com tomate e manjericão, Espaguete de abobrinha, Pastelzinho assado de tofu, Patê de grão de bico com pimentão vermelho grelhado e Bolo de frutas secas com cenoura e especiarias.


1. Sopa de batata baroa (mandioquinha) com tomate e manjericão (vegana)

Rendimento: 5 porções

Ingredientes:
2 xícaras (chá) de tomate sem pele e sem sementes, cortado em cubinhos
6 colheres (sopa) de azeite de oliva
2 colheres (sopa) de folhas de manjericão fresco
1 xícara (chá) de cebola cortada em meia-lua
5 xícaras (chá) de batata baroa (mandioquinha) cortada em cubos (500 g)
1 colher (chá) de sal
4 xícaras (chá) de caldo de legumes (ver dicas)

Modo de fazer:
Em uma tigela, misture o tomate cortado em cubos com metade do azeite, uma pitada de sal e as folhas de manjericão fresco. Reserve.
À parte, em uma panela, coloque o restante do azeite e a cebola. Leve ao fogo médio, mexendo às vezes, até que a cebola fique ligeiramente dourada.
Adicione a batata baroa (mandioquinha) e o sal e salteie, misturando de vez em quando, por cerca de 5 minutos. 
Acrescente o caldo de legumes e cozinhe em fogo baixo, tampado, por cerca 35 minutos. Deixe esfriar um pouco.
Com o auxílio de uma concha, coloque metade do conteúdo da panela no liquidificador e bata até obter um creme homogêneo. Ponha o creme de volta na panela e misture. Corrija o sal, se necessário, e misture novamente.
Ao servir, coloque no centro de cada prato, sobre a sopa, uma porção dos tomates reservados.

Dicas:
1. Caso não tenha o caldo de legumes, utilize água filtrada. A sopa fica bem saborosa.
2. Preparo do caldo de legumes. Você pode usar qualquer legume que tenha em casa. Sugestão: cenoura, milho, cebola, aipo, alho e outros. Lave, descasque e pique todos os legumes. Coloque em uma panela com água e leve para ferver em fogo baixo por aproximadamente 1 hora. Retire os legumes e use o caldo para risotos e outras receitas. Os legumes que sobraram podem ser utilizados no prepare de sopas e cremes.
3. Se preferir bata toda mistura da batata baroa no liquidificador e sirva como um creme.

2. Espaguete de abobrinha (vegano)

Rendimento: 5 porções

Ingredientes:
500 g espaguete de sêmola, de preferência bem fininho
5 abobrinhas italianas
6 colheres (sopa) de azeite
raspas de limão siciliano
sal
queijo parmesão ralado (opcional)

Modo de fazer:
Rale a abobrinha italiana em tiras fininhas e refogue, rapidamente, no azeite com um pouquinho de sal. Reserve.
Cozinhe o macarrão em água com sal até ficar al dente. Escorra a água, adicione um pouquinho de azeite no espaguete e reserve.
Em uma travessa, arrume, em camadas, a abobrinha refogada e o espaguete. Faça diversas camadas. Coloque, por cima, raspas de limão siciliano. Está pronto.

Dica: Para os não veganos: coloque queijo parmesão ralado por cima do espaguete na hora de servir.

3. Pastelzinho assado de tofu (vegano)

Rendimento: 25 pasteizinhos

Ingredientes:

Massa:
4 xícaras (chá) de farinha de trigo
¾  xícara (chá) de farelo de trigo fino
¾  xícara (chá) de azeite de oliva ou óleo vegetal
2 colheres (chá) de sal
1 colher (sopa) de fermento em pó
água

Recheio:
300 g de queijo tofu 
1 cebola picadinha
2 cenouras de tamanho médio, raladas em tirinhas
1 colher (sopa) de molho shoyu
2 colheres (sopa) de cebolinha verde finamente picada
5 colheres (sopa) de azeite de oliva
sal a gosto

Modo de fazer:

Massa:
Misture bem os ingredientes secos até ficar homogêneo: farinha de trigo, farelo, sal e fermento. Acrescente o azeite ou óleo. Misture bem.
Coloque água filtrada e amasse bem até que a massa se desprenda da mão. Deixe descansar por 15 minutos antes de abrir.

Recheio:
Em uma panela coloque o azeite e a cebola. Leve ao fogo médio e refogue até que fique levemente dourada.
Adicione a cenoura e o sal e deixe refogar por uns 3 minutos, em fogo baixo, até a cenoura ficar macia.
Acrescente o tofu picadinho, sem água, e refogue por cerca de 2 minutos, em fogo baixo.
Desligue e acrescente o shoyu. Junte a cebolinha verde picada. 

Pastelzinho:
Em uma superfície lisa, abra a massa modelando-a em círculos. Coloque o recheio e dobre ao meio, apertando bem as bordas com um garfo. 
Arrume os pasteizinhos em uma assadeira e leve ao forno para assar em fogo médio (180 – 200oC). Não é necessário untar a assadeira. Asse até que o pastelzinho fique dourado.

Dicas:
1. Esta massa é excelente para preparar tortas com o recheio de sua preferência.
2. A cebolinha verde e o shoyu são opcionais. O shoyu pode ser substituído por um pouquinho de sal.
3. Experimente adicionar azeitonas pretas picadas ao recheio. Fica excelente.

4. Patê de grão de bico com pimentão vermelho grelhado (Homus tahine com pimentão grelhado) (vegano)

Ingredientes:
2 xícaras (chá) de grão de bico
3 colheres (sopa) de tahine (pasta de gergelim)
1 pimentão vermelho
Azeite de oliva
2 dentes de alho
Suco de 2 limões
Salsinha fresca
Sal a gosto

Modo de fazer: 
Cozinhe o grão de bico com água até ficar macio. Separe alguns grãos (cerca de 10) para enfeitar.
Grelhe o pimentão vermelho em uma chapa até ficar com a pele escura. Reserve.
Separe tudo em duas partes para bater no liquidificador.
Coloque todos os ingredientes, incluindo o grão de bico e o pimentão grelhado, no copo do liquidificador. Bata bem até ficar uma pasta homogênea. 
Você pode utilizar parte da água do cozimento do grão de bico para ajudar a misturar os ingredientes.
Transfira o patê para uma vasilha e coloque azeite, o grão de bico inteiro e salsinha fresca por cima. 
Leve para o refrigerador por pelo menos uma hora.
Sirva com pão árabe ou a torrada de sua preferência.

Dicas: 
1. A consistência da pasta não deve ser muito firme. Você pode amolecer um pouco com a água do cozimento ou água filtrada gelada.
2. Não utilize quantidade de tahine em excesso. A quantidade indicada é para uma pasta suave.
3. Caso não coma alho, basta suprimi-lo da receita. Mesmo assim fica muito bom.

5. Bolo de frutas secas com cenoura e especiarias (vegano) 

Ingredientes:
1 xícara (chá) de água filtrada
1 ½ xícara (chá) de cenoura ralada
½ xícara (chá) de uvas-passas pretas sem sementes
½ xícara (chá) de tâmaras picadas
½ xícara (chá) de ameixas-pretas picadas
½ xícara (chá) de bananas-passas picadas
2 colheres (sopa) de melado de cana (opcional)
½ colher (chá) de cravo em pó
½ colher (chá) de canela em pó
½ colher (chá) de noz-moscada ralada na hora
4 colheres (sopa) de óleo de girassol
1 xícara (chá) de farinha de arroz integral
4 colheres (chá) de fermento em pó químico
¾ xícara (chá) de quinoa em flocos
¼ xícara (chá) de amaranto em flocos
óleo de girassol suficiente para untar
farinha de trigo comum suficiente para polvilhar

Modo de fazer:
Preaqueça o forno em temperatura média (180o C).
Ponha a água em uma panela média e leve ao fogo. Adicione a cenoura ralada, as frutas secas e as especiarias. Assim que levantar fervura, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 5 minutos. Retire a panela do fogo e adicione o óleo e o melado (opcional). Misture e deixe esfriar.
Em uma tigela grande coloque a farinha e o fermento. Misture bem. Acrescente os flocos de quinoa e os de amaranto. Adicione a mistura de frutas, já fria, e bata com uma colher de pau até obter uma massa bem homogênea.
Despeje a massa em uma forma untada e polvilhada. Leve ao forno por cerca de 40 minutos, ou até que, ao  enfiar um palito no centro do bolo, ele saia seco. Deixe esfriar antes de desenformar.

Dicas:
1. Você pode utilizar uma forma retangular (para pão) para assar o bolo.
2. Esta receita parece complexa porque tem muitos ingredientes, mas é muito fácil de fazer.

Cozinhando com o coração
(ccturci@gmail.com)
O objetivo do projeto Bhāvana Namaḥ: Cozinhando com o Coração  é mostrar que a culinária vegetariana e a vegana podem ser facilmente apreciadas, mesmo por aqueles que ainda não aderiram completamente a estas práticas de alimentação.

A ideia é compartilhar a nossa alimentação caseira, simples e que foi sendo desenvolvida, testada e adaptada ao longo de trinta e cinco anos de casamento. Além de saborosas, as receitas aqui disponibilizadas semanalmente podem ser consideradas completas pois juntas compõem refeições com pelo menos cinco cores. Um prato colorido é sinal de uma alimentação balanceada. 

Vez por outra, esta coluna também compartilhará, ou sugerirá, artigos, vídeos e filmes relacionados à qualidade de vida e a saúde do corpo e do planeta.

Qualquer dúvida sinta-se à vontade para me escrever!

SUGESTÕES DA SEMANA